quinta-feira, 13 de abril de 2017

Às associadas e associados da CPPME desejos de Boa Páscoa para todos e para seus familiares.

pascoa

Carta Aberta ao Governo


Exmo Senhor
Primeiro-Ministro de Portugal


A CPPME tomou conhecimento que, em Abril de 2016, o governo português e algumas das grandes empresas que operam em Portugal iniciaram um processo que tinha como objectivo global criar uma estratégia capaz de suportar programas e projectos dirigidos para a digitalização integrada da produção industrial nacional.
Foram então constituídos grupos de trabalho específicos de natureza sectorial e por clusters de actividade com o objectivo de elaborarem recomendações a serem tidas em conta na criação da estratégia nacional para a indústria 4.0. A supervisão e a coordenação destes grupos terá ficado a cargo do denominado Comité Estratégico para a Iniciativa Indústria 4.0 que incorporou 8 grandes empresas (nenhuma nacional), 5 entidades públicas e 3 associações.
Embora reúna cerca de vinte mil micro, pequeno e médios empresários nacionais, dos quais cerca de um terço estão ligados a actividades industriais, a CPPME teve conhecimento do início deste processo unicamente pelos orgãos de comunicação social, já que não está no hábito do poder em Portugal envolver os mais pequenos, nem sob o ponto de vista informativo, nas acções e nos processos com grandes impactos previsíveis na vida nacional. Pensamos que já é tempo, a bem de todos, que as coisas se alterem a este nível.
Também tomámos conhecimento pelos orgãos de comunicação que em 30 de Janeiro último foi feita a apresentação da  ESTRATÉGIA NACIONAL PARA A INDÚSTRIA 4.0. Na apresentação desta estratégia foram referidas 60 medidaspúblicas e privadas que terão impactos em mais de 50 mil empresas.
A CPPME lamenta que tenha sido pura e simplesmente ignorada em todo este processo, mas também considera que ainda é tempo do governo alterar o comportamento descriminatório em relação a esta Confederação e aos seus representados, rompendo com rotinas e maus hábitos, de forma a potenciar os resultados esperados e salvaguar os interesses nacionais numa matéria tão sensível e de resultados tão relevantes quanto imprevisíveis para todos os portugueses.
Porque acreditamos na boa fé e nos propósitos que norteiam o actual governo, julgamos que será de mútuo interesse que o governo que V. Exª superiormente dirige passe a ouvir a Confederação Portuguesa dos Micro, Pequenos e Médios Empresários e, a contar com os seus contributos e propostas em defesa dos MPME que, na realidade, são mais de 96% do tecido empresarial português, não financeiro.
É com expectativa e esperança que aguardamos sinais do «tempo novo», por parte de Vossa Excelência e do seu Governo.
Somos com consideração e estima.
Seixal, 31 de Março de 2017
A Confederação Portuguesa das Micro, Pequenas e Médias Empresas

Com conhecimento para
Ministro da Economia
Secretário de Estado da Indústria

domingo, 9 de abril de 2017

SEMINÁRIO Economia e Desenvolvimento Económico

Almada 42 

Teve lugar na passada quarta-feira, 5 Abril 2017, em Almada, um importante Seminário dirigido aos micro, pequenos e médios empresários.
 
Na abertura dos trabalhos o Presidente da CPPME, João Vicente, e o Presidente da Câmara Municipal de Almada, Joaquim Judas, realçaram o importante papel das MPME na criação de emprego, na formação da riqueza e consequente contributo para economia local, regional e nacional.

No painel de oradores convidados intervieram: o Eng. Pedro Cilínio, director do IAPMEI, que abordou os Fundos Comunitários - Portugal 2020, numa perspectiva empresarial; o Dr. Luís Filipe Francisco, da Caixa de Crédito Agrícola, que tratou de Crédito Bancário - Condições para as empresas; o Dr. José Carlos Marques, Director da Ordem dos Contabilistas Certificados, que falou sobre a Fiscalidade e a Sustentabilidade das Empresas; e, o Dr. Augusto Flor, Presidente da Direcção da CPCCRD, que abordou a Importância do Sector Social na Economia.

Seguiu-se um vivo e animado debate com os empresários presentes, onde se destacaram como principais preocupações: o papel do IAPMEI e a necessidade dos Fundos Comunitários chegarem às micro empresas que representam mais de 97% do tecido empresarial não financeiro; a brutal carga fiscal que asfixia as empresas; ou a importância do crédito bancário para tesouraria e investimento - entre muitos outros temas abordados.

Recorda-se que o evento foi promovido pela CPPME em parceria com a Câmara Municipal de Almada, a CPCCRD, a AEEC e a APERSA.

Reproduzimos  aqui a intervenção do Dr. José Carlos Marques, Director da OCC

sábado, 1 de abril de 2017

Em 29 Março passado teve lugar a Assembleia-Geral da CPPME




Principais conclusões:
- Aprovou um voto de pesar a dirigir à família de João Osório (ver noticia).
- Aprovou por unanimidade o Relatório de Actividades e as Contas de 2016.
- Analisou alguns aspectos das micro, pequenas e médias empresas e medidas propostas pela CPPME à Assembleia da República e ao Governo

sábado, 18 de março de 2017

Conferência Ibérica de Empreendedorismo CIEM 2017


Depois dos sucessos das seis Conferências Ibéricas de Empreendedorismo já realizadas, a Incubcenter em apoio à organização da conferência deste ano, convida as comunidade empresarial e académica a submeter artigos à Ciem2017 – 7ª Conferência Ibérica de Empreendedorismo, que terá lugar nos dias 8 e 9 de junho de 2017, em Esposende, Portugal. 

A Ciem é uma conferência anual, que visa: 
  • Disseminar o Empreendedorismo como vetor de crescimento económico; 
  •  Impulsionar o Empreendedorismo transfronteiriço, promovendo a cooperação e proximidade entre os pares no espaço ibérico;
  •  Constituir uma referência no contexto do Empreendedorismo a nível ibérico, fazendo a ponte entre os dois países nos domínios académico e empresarial; 
  • Aproximar e criar alianças estratégicas entre a academia e o tecido empresarial ibérico. 
 Para inscrições e informações consulte aqui a página da Empreend